5 Dicas Para Não Errar No Picolé Caseiro

As férias infantis estão ai, o calor está mais intenso e você se pergunta:
O que fazer para entreter a criançada e fugir das tradicionais sobremesas?

Que tal colocar todo o mundo na cozinha e brincar de fazer picolé?!

Além de refrescar bastante nesse calorão e ser mais leve se comparado a sobremesas, esse tipo de “sorvete” é super prático de fazer:

Basta ter: liquidificador, frutas, leite ou água, forminhas OU palitinhos de sorvete, ou saquinhos. Pronto, dá para preparar muita gostosura!

Mas atenção para algumas dicas da Nutri:

1. Fique atenta ao escolher a fruta que vai dar sabor ao seu picolé. O sabor que prevalece no picolé tem que ser o da fruta, então ela deve estar no ponto de consumo: nem verde, nem madura de mais.
2. Se você não quiser utilizar água pode optar por leite, iogurte natural, a fruta.
3. Bata a polpa da fruta, acrescente pouca água, ficando bem concentrada, deixando o picolé com mais cremosidade.
4. Você pode fazer em forminhas próprias para picolé, em copinhos descartáveis ou em saquinhos de sacolé.
5. Evite fazer com sucos já prontos, sucos de garrafas, de Caixinha e até mesmo em pó. O ideal é a fruta in natura, fresca, madura, pronta para o consumo.